domingo, 31 de julho de 2011

As Lendas Espirituais Urbanas - parte 5


 Lenda número 5
É mais fácil passar um camelo pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no reino dos céus



Vamos ser francos: não é difícil, compadre, é impossível!
E aí? Quer morrer pobre?

Alguns estudos lingüísticos afirmam que houve uma confusão com os termos kámelos (camelo) e kámilos (cabo ou corda grossa de amarrar navio). 

Outra explicação é de que o “fundo de uma agulha” citado na citação bíblica seria na verdade uma portinhola lateral nos muros de Jerusalém, pela qual passavam os pedestres quando os grandes portões daquela cidade já estavam fechados, visto que as portinholas de algumas cidades da Síria são denominadas de “olho da agulha”.

Embora não se tenha chegado a um consenso, o que você escolhe?
 Ter pouco pra não correr os riscos da tentação ou enfrentar seu medo de se tornar um tirano, um ‘preibói’ à toa, uma fútil, uma dondoca, sem abrir mão das oportunidades que o poder monetário confere nesta Terra, inclusive de caridade, de fazer o Bem sem olhar a quem?

Pergunta: o que você faria primeiro se ganhasse na loteria? 

Abriria um orfanato ou faria uma plástica?
Doava pro Rancho dos gnomos ou comprava um carro importado?      
   
Uma auto-análise revelará que o problema não é quanto você tem no bolso, mas qual suas prioridades na Vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário