domingo, 24 de julho de 2011

As Lendas Urbanas Espirituais - parte 4

Lenda número 4
Sou espírita mas não gosto de Umbanda por causa dessas coisas de sacrifício animal...

a)      A Umbanda, historicamente, desde sua fundação através do Caboclo das 7 Encruzilhadas, via médium Zélio de Moraes, no início do século passado, nunca fez sacrifício animal e nem nunca cobrou por atendimento, pois se guia por sua diretriz básica que é a pratica da caridade.

b)      O Candomblé, uma religião totalmente distinta e que tem em comum com a Umbanda somente o  uso do termo comum “orixás” – ainda assim por vezes com interpretações muito diferentes, faz sacrifícios de animais, sim. Ocorre também que muitos centros, apesar de se denominarem Umbanda, têm forte influência do Candomblé, os chamados 'Umbandonblés' e 'Candombandas'.

Porém, que moral tem a pessoa que faz seu churrasquinho, se diverte assistindo tourada ou a farra do boi em SC, que usa casaco de peles e artigos de ‘beleza’ (?) às custas de testes que torturam animais, pra falar de quem sacrifica um galo ou outro animal com o respeito de quem acredita o estar oferendando aos deuses, e assim tornando-o sacro? Ou você acha que o velório pro defunto no açougue é mais decente?

Espera-se de alguém que esteja trilhando o caminho espiritual, o mínimo de discernimento e coerência!

c)Eu sou TOTALMENTE CONTRA o sacrifício de animais sim, mas de qualquer espécie e por quaisquer motivos, mesmo para o alegado 'bem para a humanidade' de que se valhe a indústria farmacêutica, pois em minha opinião os problemas que criamos para nossos corpos enquanto espécie não deve ser transferido aos nossos irmãos menores (Serão menores mesmo? Porque muitas vezes parecem maiores...). 

Se o problema é nosso quem tem de resolver somos nós, e se são necessários testes, que sejam realizados em humanos, pois o problema não somente pertence aos humanos como foi por eles causados. Há quem para isso se voluntarie, pessoas que aceitam servir de cobaias, e há ainda uma possibilidade alternativa: que tal, por exemplo, que presidiários que tenham atentado contra a vida se voluntariem, dessa forma assim se redimindo pagando com o Bem o Mal que à sociedade fizeram?

Quem concorda com testes animais está dizendo que concorda com a idéia de que, numa suposta invasão alienígena, nós fôssemos usados como cobaias, comida ou escravos por uma civilização mais poderosa. Ou mesmo pela potência dominante em nosso próprio planeta, como fazem por exemplo os chineses de forma terrível extraindo a bílis dos ursos presos em gaiolas em nome da respeitada Medicina Chinesa.

Sou contra tudo isso, entretanto sou ainda mais CONTRA A HIPOCRISIA de quem usa dois pesos e duas medidas falando "Credo, que barbaridade!”, tampando a boca com a mão quando passa e olha o despacho na encruzilhada, enquanto segura o cachorro quente com a outra.

3 comentários:

  1. Apoiado, Jennifer! Qq maltrato ou sacrifício de animais é condenável!

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    somos da assessoria de comunicação de um grupo de artesãos que desenvolvem objetos para ajudar no alívio do stress, na prática da meditação ou simplesmente no passatempo, como japamalas, masbahas e kombolóis. Gostaríamos de convidá-l@ para uma visita em nosso blog e em nossa página no Facebook: http://maosocupadas.blogspot.com

    Um abraço,
    Ahow! Comunicação

    ResponderExcluir