domingo, 6 de setembro de 2015

O Viável Versus O Ideal

O VIÁVEL VERSUS O IDEAL
da série: "Perguntas Essenciais do Espiritualista"


~*~ se você gostou do texto, por favor, curta a página https://www.facebook.com/Amor.Magia.Destino~*~
Muito bem, você já percorreu um certo caminho enquanto buscador espiritual, já descobriu bastante coisa sobre si mesmo, e tem uma razoável ideia daquilo que seria sua missão de vida - pelo menos em que área você deve atuar.
Você já fez alguns cursos, já conheceu algumas pessoas, alguns locais de trabalho mas.... nenhum ainda tem bem o seu perfil.
Bom, na verdade, assim como nós somos únicos, nossos trabalhos e nossas missões individuais - e quando falo missão que fique claro que falo de algo bem simples, nível operário da espiritualidade e não candidato em vida à mestre-ascenso! - assim também serão únicos. Mesmo alguém que venha a desempenhar a mesma função, não necessariamente o fará da mesma forma ou com o mesmo teor energético.
Mesmo porque do 'lado de lá', do outro lado do véu, existe uma equipe que labora na contraparte etérea de todos os trabalhos espirituais desenvolvidos aqui, e esta equipe também terá uma energia única, uma estruturação, estará vinculada a uma egrégora, e terá propósitos específicos.
Logo, o seu 'local perfeito' não existe. E cuidado se você pensar que achou! Provavelmente estará auto-iludido ou ainda pior, aceitando as ilusões impostas por terceiros porque elas lhe soaram agradáveis aos olhos e aos ouvidos. TE prometeram poder? TE prometeram o desenvolvimento de faculdades mediúnicas que você nunca teve? Abra os olhos: quem comercializa prestígio, alguma coisa quer em troca...
Existem missões em muitos níveis e a grande maioria não vai começar com você tendo seu próprio espaço segundo suas próprias regras. Procure estar vinculado a uma casa, ou a locais que ofereçam formação dentro das habilidades que você sabe que precisará desempenhar onde a ÉTICA seja prioridade. Conhecimento você encontra até sozinho na internet, em livros, etc. Exemplo de trabalho digno, modelo de ação dentro da espiritualidade, vivência templária correta e decente é uma bênção e uma necessidade para o buscador experimentar ao menos um pouco disso em sua jornada, a fim de que ele tenha referências do comportamento esperado de um trabalhador da luz quando as provações surgirem. E elas surgirão aos montes!
É muito comum que os mentores conduzam seus pupilos a uma casa ou local de estudos por um tempo provisório, até que ele aprenda ali uma lição importante e depois os conduzam a outros locais, outras casas, ate´que eles estejam prontos para caminharem sozinhos.
Ao adentrar cada local e se comprometer com o serviço, tenha em mente que ali a espiritualidade faz uma parte do trabalho e os seres encarnados a outra. Não julgue os seus irmãos, mas não deixe de perceber se o comportamento demonstrado - especialmente dos líderes - é condizente com o que se espera de quem se diga intermediário da luz: um discurso e ações baseados em VERDADE, AMOR e DISCIPLINA.
NO mais, confie nas suas orientações espirituais, nas determinações da sua BANDA, da Espiritualidade que lhe Acompanha. Eles saberão lhe conduzir ao local certo, aos cursos certos, às pessoas certas, e principalmente, PELO TEMPO CERTO.
Ao sair, evite afastamentos em meio a discórdia e acusações. A verdade sempre se faz evidente, cedo ou tarde. Foque em não repetir os mesmos erros que te fizeram se afastar de locais, pessoas e grupos.
Segue teu caminho pautando tua estrada em TRABALHO, CARIDADE E HONRA, e sigas as mesmas regras que esperastes ver nos teus chefes, repetindo: ações e discurso baseados em VERDADE, AMOR e DISCIPLINA.

AMA E TRABALHA. ORA E LABORA.
[Regras de Conduta do Grande Oriente]

Nenhum comentário:

Postar um comentário