sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Cuidado com suas Certezas

Quando estava no kardecismo ouvia coisas como:

"Espírito de luz não precisa de elementos materiais para trabalhar"

"Espíritos de Índios e Caboclos são responsáveis pela limpeza e defesa dos trabalhos no centro espírita"

E outras pérolas que todo umbandista que já teve o desprazer de ouvir de pessoas que desconhecem totalmente a Umbanda como ela verdadeiramente é, assim como suas entidades.
Mas e quando as "certezas" vêm dos próprios umbandistas?
Quantos irmãos de fé se arvoram de donos da razão ao criticar os hábitos e crenças daqueles que frequentam um terreiro de costumes e tradições um pouco diferentes daquelas em que aprendeu a praticar a Umbanda?
Todos temos direto à opinião própria, e sim, infelizmente vemos abusos em todos os lugares, não só na Umbanda. Rituais e pseudo-saberes estão sendo passados adiante, até mesmo entre líderes supostamente cultos e intelectuais, de movimentos espiritualistas, esotéricos e universalistas, o que justifica que mantenhamos todos os sentidos ligados e o bom senso à toda.
Faço porém, uma ressalva: lembre-se de que os verdadeiros fundamentos da Umbanda ou de qualquer Verdade Espiritual não estão na Terra, aqui temos apenas reflexos.
Não importa o título, os diplomas, nem mesmo os anos, décadas de casa aberta e prática umbandista ou de outra denominação: você, meu irmão, minha irmã, será sempre um funcionário da espiritualidade, nunca um proprietário.
Cuidado ao decretar aquilo que pode ou não existir dentro da Umbanda ou dentro da Espiritualidade: você não esteve em todos os portos do mundo, em todos os terreiros do mundo, em todos os vales e florestas, não viveu todas as experiências disponíveis deste mundo.
É muito fácil dizer, com relativa margem de certeza: "Não existe marinheira nem boiadeira na Umbanda!", porque você nunca viu ou porque alguém em quem você confia dentro do culto assim lhe ensinou.
Porém de fato, existiram até mulheres piratas! Poucas, é verdade, mas existiram e uma busca na Wikipedia conta suas histórias para quem se interessar. Veja as mais famosas aqui:http://www.megacurioso.com.br/historia-e-geografia/46764-conheca-as-historias-de-5-piratas-mulheres.htm

Existia uma lenda de que mulher à bordo trazia azar para as embarcações, mas há relatos de mulheres tripulando navios de bandeira russa durante a Segunda Guerra Mundial e mais: mulheres imediatas em 1851!
Quantos marinheiros ensinaram suas filhas a levar a vida, por falta de opção, numa embarcação? Poucas? Não se sabe o número exato dessas mulheres que viveram sua vida no mar, mas que elas existiram, é certo, pois na vida vemos que de tudo existe.
O mesmo vale para as mulheres que tiveram de aprender a lidar com gado, conduzir cavalos e viver uma vida agreste. Hoje se você for ao pantanal, verá mulheres boiadeiras e muitas! Por que acreditar que no passado elas não existiram? Por que não há registro?
Meus irmãos: não há registros sobre praticamente nada que as mulheres tenham feito no passado, a não ser que tenham sido filhas, mães, esposas ou amantes de um homem importante, cuja história tenha sido registrada devidamente - por um homem.
A necessidade faz com que o ser humano faça aquilo que necessita para sobreviver; sendo a mulher um ser humano, e tendo executado as funções de mãe prioritariamente na maioria de suas experiências encarnatórias, provavelmente essa mulher, não tendo um homem que a protegesse e sustentasse, executaria qualquer função necessária para pôr comida à mesa.
São exceções? Bom, mas fato é que basta uma para que as certezas estejam desatualizadas, não é mesmo?
Durante as psicografias da série Paralelas da Umbanda, eu recebi comunicações de uma mulher que trabalhava junto à falange do Zé do Laço, assim como de uma moça que passou sua vida dentro de um navio em séculos passados, junto a seu pai, sendo respeitada por todos os marinheiros pois fora criada entre eles.
Portanto, se há algo que eu aprendi, é que TUDO PODE, SIM.
O que precisa é se verificar se "é o caso".
Mas tudo pode acontecer. Independente da minha opinião, da sua, do que fulano ou beltrano ACHAM que é válido ou não.
A Espiritualidade sempre irá nos surpreender.
E ainda bem que é assim.
Nas próximas postagens compartilho um pouco mais das minhas experiências com as Linhas Secundárias. 

Siga a Página "https://www.facebook.com/Amor.Magia.Destino/?ref=aymt_homepage_panel" no Facebook para receber postagens diárias.
Jennifer Dhursaille

A Série de Livros "Paralelas da Umbanda" é composta dos livros:
1-Baianos
2- Marinheiros
3- Boiadeiros
Disponível para compra no formato digital no site da Amazon, sendo a renda dos direitos autorais totalmente convertida para Entidades de Proteção aos Animais.

https://www.amazon.com.br/s?_encoding=UTF8&field-keywords=Paralelas%20da%20Umbanda%20Livro%20II%20Marinheiros%3A%20Hist%C3%B3rias%20de%20Baianos%2C%20Marinheiros%20e%20Boiadeiros%20(Portuguese%20Edition)&node=5308307011

Nenhum comentário:

Postar um comentário