quinta-feira, 13 de outubro de 2016

CRIANÇAS DE GUERRA

CRIANÇAS DE GUERRA



[trecho do Livro "Crianças que Giram: O Livro dos Erês" que pode ser obtido gratuitamente; informe-se como na postagem afixada à nossa página Amor É Seu Destino https://www.facebook.com/Amor.Magia.Destino/]
“Tia, eu quero bala! E bolo! E uma pipa também!”
E de pedidos tão ingênuos como para brincar de roda ou dar uma volta, nós que com eles e com essa energia trabalhamos, vamos nos lembrando da simplicidade da qual é tecida a felicidade”
Enfermeira Scheilla
A sabedoria do homem é limitada, e é bom que seja assim. Não pode aquele que joga saber todos os meandros que estão por vir nem o que vai à escola todos os caminhos do porvir, senão há contradição, pulos de marcha e de passos importantes da evolução.
Ao Pai, todo Saber, Poder e Glória para todo Sempre! Aos filhos o que lhes cabe, a cada um, na medida do seu crescer.
Falo isso porque os homens tendem a se considerarem deuses antes da hora e 'doutores' dentro do seu parco saber. Ora, se fôsseis assim tão sábios não precisaríeis à Umbanda, e a qualquer outro centro recorrer, nem dos guias para nas passadas escuras da vida lhes valer.
Seria bom que entendêsseis que um guia ou espírito de luz, ainda que muito além de vocês possam ver, de tudo não fazem total compreensão, e ainda de alguns conceitos necessitam a vocês não estender abstração. Nem sempre porque não podeis a extensão do assunto absorver, mas porque atrapalharia no dia-dia daquilo saber no seu viver.
Então convém manter na humildade aquilo que considereis “já saber”, deixando à mente um espaço para o novo e o inusitado absorver, pois que aquilo que muito julgueis já saber, ainda que bem compreendido, é apenas parte e nunca totalidade, e tarda ainda que o Pai aqui na Terra permita, de qualquer assunto que os mova, o TUDO se revelar, para que nem vós o corrompa nem ele venha a lhes corromper, e por fim à sua evolução compremeter.
Muito erro há no 'karma' conforme lhes sói entreter.
Nem castigo divino nem unicamente colheita ele é, nem eu lhes falarei tudo que a Lei contém, nem só apenas porque tudo não o sei, mas principalmente pelo que sei e que ainda não lhes convém.
Repito, porém, o que importa; a humildade de reconhecer a militância e a limitância do seu saber.
É hábito do ser humano julgar sem de todos os fatos ser conhecedor; quando se considera ele algum 'entendedor' das relevâncias divinas, então logo se arvora de juiz, pronto a estabelecer correlação e valor dos fatos pertinentes a vida de um seu irmão.
As tragédias sempre nos deixam sem reação, na perplexidade do Mal que atinge e choca nossos paradigmas, naturalmente, como mecanismo próprio de nossa saúde emocional e dispositivo próprio da psiquê, necessitamos categorizar, classificar e estabelecer juizo de valor àquilo que aconteceu, a fim de “compreendendo o que levou ao erro” evitar que consigo ou com os seus a mesma tragédia ocorra.
Tal certeza não é possível, entretanto; nem a matemática de evitar tristeza ou pranto nessa logística se assenhorear. Ora e vigia, mas não espera, irmão, com isso, afiançar uma vida sem percalços ou lamentações. Quando menos se espera a onda vem e o barco vira, e aquele que se acreditava imune ou de tudo protegido, em perplexidade e negação se desespera, crendo-se ofendido em suas certezas, caminhos que terminam por lhe conduzir à depressão.
A Terra é palco de batalhas, de testes e provações, que aumentam e se complexam na medida de tua própria evolução. Logo aquele que pela vida passa sem maiores preocupações, logo se vê que baixo se encontra na escala da auto-superação
Há que entender, porém, que muitos que aqui vêm e que sofrem, não necessariamente são 'devedores', ainda que sejam todos experienciadores. Há muitos 'viajantes' aqui que vêm experimentar na terceira dimensão conceitos que em seus mundos originais não existem mais, já foram extintos pela própria evolução natural de cada orbe. Uma imensa quantidade de 'terapeutas extra-experiência-terráquea' aqui vêm aprender o que é dor, desilusão, angústia, ansiedade, desespero, preocupação, a fim de aprimorarem o tratamento que eles mesmos, ou sua gente, proporcionarão a vocês, como se comprometeram perante Jesus, cumprindo os seus próprios desígnios de evolução.
Muitos que aqui vieram de 1940 para cá e que ainda aqui estão, são como o laboratório vivo de uma equipe em busca de ampliar os auxílios que poderão prestar à vossa evolução. Tal como cobaia viva, suas sensações, reações, conexões mentais e distúrbios na aura e nos chakras são mensurados por aqueles a quem ele está vinculado no plano dimensional original de seu ser. É o cientista pioneiro que mergulha na carne que lhe é estranha a fim de melhor compreender como ajudar aquele cuja morada ainda se encontra em tão rústico e material domínio.
Há também os missionários que se sacrificam em cenários de dor e violência, certos de que aquilo não lhes abalará tanto, a fim de despertar entes queridos embrutecidos através do sofrimento.
Há ainda os que são 'enfaixados vibratoriamente' nos mecanismos próprios de ação e reação deste planeta, estes sim, por definição, mecanismos karmáticos, entretanto aqueles que por essas 'ondas de ação' são pegos não podem ser categoricamente tachados como 'culpados' ou merecedores, visto que mais se enquadram na categoria de bodes expiatórios da coletividade que representam por nela estarem inseridos. Nisto se enquadram aqueles que são vítimas de desastres naturais, quando a Mãe Gaya viva se evoluciona e de assalto toma vidas à revelia, tal como o homem que degola o bezerro como parte do seu trabalho, pelo animal nenhuma antipatia ou resgate kármico com este tinha, apenas posicionam-se ambos nos pólos de 'carrasco-vítima', um porque para tanto tem poder e o outro porque nada pode contra este poder, até o dia em que seu carrasco desperte e comece a questionar a extensão disto e a avaliar melhor as consequências das próprias ações.
O falado registro akáshico é, antes de mais nada um espelho no qual se refletem as ações dos encarnados sobre eles mesmos. Esse registro porém não é estático, está vivo e pode 'gerar' manifestações a partir de formas-pensamentos cujos efeitos vão de supostos 'fantasmas' avistados sob condições especiais, até mesmo, em locais onde existam as condições para tal, influenciarem ações e provocarem a repetição de eventos do passado, o que justifica certos locais tido como assombrados ou de mau-agouro.
Condições desconhecidas pelos homens podem colocar e predispor qualquer um a um sem número de fatalidades, contra as quais, logicamente, uma pessoa bem conectada com o que na Terra denomina-se “espiritualidade” é frequentemente advertida e orientada a fim de evitar expor-se a esses mecanismos automáticos gerados pelo próprio planeta.
Em vista de tantos pormenores e possibilidades, estes uma pequeníssima amostra do que hoje me é permitido abrir a vocês, urge que parem de olhar para as vítimas e tabelá-las como 'culpados em provação', 'devedores em expiação', 'ex-delinquentes em oportunidade redentora'.
Isso tudo vos falo para que não mais se escondam atrás do seu julgamento pouco caritativo, omitindo-vos da própria responsabilidade na minimização do sofrimento alheio, especialmente perante as crianças vítimas de guerra.
Não, nem todas elas foram soldados em vidas passadas que hoje penam no lugar das vítimas que um dia tanto prejudicaram.
Não, nem todas elas eram ricos, esbanjadores de fortunas, hoje a amargar na miséria as carências de tudo que abrange o flagelo físico e emocional que vai do material ao espiritual.
Não, nem todas elas 'fizeram por merecer'.
Não, nem todas elas 'pediram por isso' ao Criador ou aos tutores kármicos desta encarnação.
E principalmente:
Não, a maioria delas não sairá um ser humano melhor dessa experiência, nem ascenderá à categoria dos anjos, após o padecimento terrestre.
A dor quando em excesso não ensina nem sublima, mas aniquila as fibras da esperança e da superação, pois a dor física ou emocional em excesso é tortura, e a tortura não faz parte dos mecanismos da didática do Pai, pelo contrário, é na ausência da misericórdia e da compaixão divina que o homem perde a conexão com aquilo que o liga à própria humanidade, que são seus irmãos, e a Deus, tiranizando sua mente e o coração, o que leva a impingir o sofrimento aos seus irmãos, sejam eles humanos, animais ou parte integrante da natureza.
Todo aquele que se considera Senhor do Destino de outros, impinge ao seu próximo aflição.
As crianças que passam fome na África não precisam disto para evoluir.
Isso é apenas a desculpa que convém à sua isenção.
Quando disserem que a maioria evolui pela Dor em vez de pelo Amor, é porque faltam vias seguramente pavimentadas para comportar um maior fluxo de pessoas que optem por transitar pelos caminhos da Libertação.
Estais presos a caridade como um conceito, uma abstração ou no máximo um mecanismo de vazão monetarial como medida de alívio à sua consciência. Mas a maior caridade exige ação com comprometimento na esfera do perdão e da compreensão. Mais fácil dar cem moedas que ao outro dispor minha atenção.
Essa crença é fruto da limitação da sua capacidade de doação, de ação e de compaixão.
A diferença entre um planeta de prova e expiação e um de regeneração está sobretudo, não na necessidade de uns pagarem pelo que fizeram no passado, mas na capacidade da maioria de estender amor, misericórdia e perdão a cada pequeno irmão, posicionando-se não como seu juiz, mas como seu ajudador.
As crianças que perdem a Paz, os pais, a estrutura de mundo que suas mentes infantis conheciam e partes do próprio corpo na destruição insana das almas mutiladas de compaixão que mutilam sob a égide de uma bandeira os membros e as existências dos irmãos, não estão lá cumprindo a algum desígnio divino.
Os órfãos de guerra não optaram no astral por ficar sem pai nem mãe.
Mas muitos casais aqui optam por gastar fortunas na possibilidade de uma inseminação artificial, sem considerar a bênção múltipla de uma adoção.
Quanta arrogância e orgulho escondidos por detrás do desejo de ser 'pai ou mãe', na sanha frenética de querer propagar à força um DNA quando a natureza já demonstrou não ter essa intenção.
E as crianças de guerra não estão só em outros países, mas em toda a vizinhança, e até dentro da sua família, vítimas da guerra civil oculta que consome vidas, sonhos e ideais em prol de toda a futilidade considerada essencial.
Não, não é mais fácil ir pela dor do que pelo amor. É apenas o caminho mais cômodo para quem não quer a mudança que colocará o próximo acima do próprio ego.
Não digas “Deus quis assim” porque você é que não quis fazer algo diferente.
Um Soldado de Ogum

terça-feira, 27 de setembro de 2016

INSIDE AN INTERDIMENSIONAL SPACESHIP

A report based on my experiences with beings of other realms of consciousness.
Have you ever imagined what a spaceship looks like when seen from the inside?
How things work in there?
How an abduction takes place?
And even more intriguing: Have you ever wondered about the looks, habits and lifestyle of its occupants?
I was granted this opportunity – and truly speaking it is an opportunity many of those who are reading this also had it – but the most important thing is: I was allowed to REMEMBER.
For years I wished to be able to write this report, telling details of my encounter with not ordinary beings, and now I finally managed to do so in the pages of my first non-channeled book.
On it is pages I share my memories, interpretations and part of the amazing wisdom they conveyed to me.
This book contains drawings with the description of 5 different levels I have been inside an interdimensional spaceship, besides some remarkable personal experiences that led me to understand reality from a new panorama, and mostly important: WHY do the abductions occur and WHAT is the INTEREST of those beings in MANKIND and PLANET EARTH.
E-book available at Amazon or Paypal (PDF file sent by email or inbox at Facebook)

DENTRO DE UMA NAVE INTERDIMENSIONAL


Já se pegou imaginando como seria o interior de uma nave extraterrestre? 
Como funcionam as coisas lá dentro? E como ocorre uma abdução?
Ainda mais intrigante do que isso, já se pegou divagando sobre como seria a aparência e o estilo de vida de seus ocupantes? 
Eu tive essa oportunidade - e na verdade muitos dos que estão lendo esse post também tiveram - mas mais importante do que isso: me foi permitido LEMBRAR.
Por anos eu desejei poder fazer esse relato, contar aos outros detalhes dos meus encontros com seres não-habituais, e agora finalmente consegui nas páginas deste que é meu primeiro livro não-psicografado, onde compartilho minhas lembranças, interpretações pessoais e parte do incrível conhecimento que "eles" compartilharam comigo.
Este livro acompanha gráficos e a descrição dos 5 níveis diferentes em que estive dentro de uma nave interdimensional, além de episódios pessoais marcantes que me levaram a compreender a realidade a partir de uma outra ótica, e o mais importante:
POR QUE OCORREM AS ABDUÇÕES e
qual o interesse desses seres na HUMANIDADE E NO PLANETA TERRA.
Este é um livro despretensioso, na qual procuro dar a minha contribuição a todos que se debatem com a questão ufológica, pois acredito firmemente que cada contatado e abduzido terá de encontrar suas próprias respostas, e nesse processo o compartilhamento de visões e entendimentos ajuda a aprofundar essa compreensão.
Disponível Português e Inglês em arquivo pdf para quem adquirir por Paypal ou transferência bancária (recomendado devido a melhor visualização dos gráficos) ou diretamente pelo site da Amazon.
Entre em contato inbox para adquirir seu exemplar.


https://www.amazon.com.br/dp/B01M0VZLEM

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

PRESTAÇÃO DE CONTAS PÚBLICA

Conforme me comprometi a fazer, aqui segue a primeira prestação de contas pública referente ao direito autoral recebido com obras psicografadas.

Quando psicografei meu primeiro livro, "A História de Pai Arruda", que foi publicado pela Editora do Conhecimento, o espírito autor, Pai Arruda, entidade mentora de todas as minhas obras psicografadas, alertou-me para a necessidade de doar toda verba recebida com os livros cuja autoria fosse espiritual. E assim o faço.

Claro que no Brasil ter uma obra publicada não significa receber fortunas em direitos autorais, mas faço questão de manter a transparência nessa questão.

Recebi por este primeiro livro dez (10) exemplares a título de direito autoral. Esses livros foram dados de presente a pessoas do meio espiritualista como forma de agradecimento por terem de alguma forma me auxiliado em minha caminhada e também para divulgação do mesmo.

Como forma de 'ressarcir' esse débito decorrido da não doação dos 10 referidos livros, junto a Aldeia Estrela Azul do Oriente,  com meus irmãos de caminhada Leo Estelrich e Roberta Alves, trabalhei nas Rodas de Cura Xamânicas gratuitamente. Nas rodas do Grupo Mente Equilíbrio foram pedidas doações de ração para auxiliar o Projeto Cão Sem Fome http://projetocaosemfome.com/.


Durante um ano as vendas de quatro livros (4) - CRIANÇAS QUE GIRAM - O Livro dos Erês, e os três (3) volumes da série PARALELAS DA UMBANDA - Histórias de Baianos, Marinheiros e Boiadeiros - renderem R$112,71. O valor de R$120,00 foi repassado na data de hoje à mesma entidade, o PROJETO CÃO SEM FOME.



Prestação de Contas Públicas Amazon KDP

Agosto 2015                                      1,46
Setembro 2015                                  0,94
Outubro 2015                                      ---
Novembro 2015                                1,83
Dezembro 2015                                 8,02


Janeiro 2016                                      6,75
Fevereiro 2016                                 18,47
Março 2016                                      40,22
Abril 2016                                          8,84
Maio 2016                                         12,85
Junho 2016                                          3,43
Julho 2016                                          9,90

Total:                                                 112,71

Cópias referentes aos livros da Série Paralelas da Umbanda e O Livro das Crianças que Giram

Unidades vendidas para Brasil, Estados Unidos, França e Reino Unido.



A fim de desburocratizar o processo entre o recebimento dos direitos autorais e o repasse às entidades, dei início a uma campanha na qual dois de meus livros - um deles um volume único de 3 obras - serão cedidos GRATUITAMENTE em formato digital a todos que fizerem uma doação de valor mínimo de R$35,00 para qualquer entidade de proteção animal.

Dessa forma o recurso chega mais rapidamente às ONGs, pois o dinheiro não precisa passar pelas minhas mãos.

Se você se sensibiliza com a causa animal, por favor, ajude a divulgar essa iniciativa a fim de que mais pessoas possam oferecer seus trabalhos e serviços como uma forma de premiar a quem ajude os animais.

A postagem com maiores detalhes sobre essa proposta se encontra aqui: http://jenniferdhursaille.blogspot.com.br/2016/09/livros-gratuitos-em-troca-de-doacoes.html


quarta-feira, 14 de setembro de 2016

LIVROS GRATUITOS em troca de DOAÇÕES para os ANIMAIS

LIVROS em troca de DOAÇÕES
UMA INICIATIVA EM PROL DO BEM ESTAR ANIMAL




O direito autoral obtido com a venda dos meus livros psicografados é integralmente doado a instituições que zelam pelos animais, conforme pode ser conferido na prestação de contas anual que será postada no blog e na página do Facebook “Amor é Seu Destino”.
Quando psicografados, estes livros são muitas vezes acompanhados de detalhes gráficos, cores diferenciadas no texto, ilustrações e indicações de trabalhos magísticos cuja inserção na plataforma Kindle ainda é um processo dificultoso para mim, então optei por publicar na Amazon KDP versões simplificadas, somente com o conteúdo literário. Isso aconteceu com CRIANÇAS QUE GIRAM - O LIVRO DOS ERÊS, e PARALELAS DA UMBANDA, série originalmente composta por três livros, Livro I - Baianos, Livro II - Marinheiros e Livro III - Boiadeiros.
O conteúdo integral, contudo, precisa vir à tona, e agora, com a ajuda da Marcinha Siqueira nas Ilustrações e a capa da Robs Alves, essas versões estendidas já podem ser adquiridas gratuitamente. O Livro dos Erês já está prontinho e a versão em volume único do Paralelas, também já já sai quentinha do forno.
A proposta de um volume único, com ilustrações e algumas informações extras em relação às publicações originais disponíveis para compra no site da Amazon, visa mobilizar um número maior de pessoas, sobretudo espiritualistas, para se engajarem mais nessa questão, pois sendo criaturas de Deus, e estando sujeitos aos maus tratos, crueldade e insana extinção imposta pelos homens, temos, enquanto humanidade, uma dívida para com todas as espécies com as quais dividimos o planeta.
Este livro no formato de um volume único não será vendido, e sim cedido em formato de cópia digital (e-book) a todos aqueles que enviarem por e-mail ou Messenger foto de um comprovante de doação – a partir do valor mínimo de R$ 35,00 – a qualquer entidade de proteção animal.
Ajude a espalhar essa iniciativa para que mais pessoas possam trocar algum de seus trabalhos ou serviços por doações a entidades. É uma forma mais transparente e menos burocrática de fazer com que os recursos cheguem a quem de fato deles necessita, pois o dinheiro assim não passa pelas minhas mãos.
Segue abaixo algumas sugestões de ONGs, Associações e páginas do Facebook onde é possível encontrar indivíduos que já se dedicam a minimizar como podem o sofrimento desses nossos irmãos.
Contato com a Autora (curta nossa página)

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Sonhar com Furacão - uma Lição do Pai Rapé





Hoje quero compartilhar um sonho com todos os meus amigos, porque acredito que muitos tenham experiências semelhantes.
Durante a vida toda o sonho com ondas imensas e tornados são recorrentes. Sobre a onda não falarei agora, porque ela tem múltiplos significados, mas os tornados, à luz da psicologia junguiana e da sabedoria familiar foi algo que aprendi a identificar como 'problemas' à vista.

Geralmente em meus sonhos são tornados múltiplos, que se aproximam em plena luz do dia no meio do ambiente urbano e eu tento avisar as pessoas para que elas se abriguem em segurança.

Tenho feito da medicina do rapé indígena meu conselheiro de pouco mais de um mês para cá, e o chamo respeitosamente de Pai Rapé, pois ele tem me ajudado a compreender questões antigas e a mudar padrões de comportamento recorrentes, me auxiliando a enxergar a verdade sem ilusões. Muitas de suas lições podem ser aproveitadas por outros e por esse motivo este é outro dos livros que está na minha lista dos 'por fazer', escrever sobre aquilo que o rapé tem me ensinado.

Desta vez eu sonhei que estava sozinha em casa e uma tempestade negra avistava-se pela janela do meu quarto, concentrada e soltando raios. Ao redor o céu azul claro contrastava com o núcleo de destruição à vista. Dessa vez eu não corri para fechar as portas e avisar as pessoas, fiquei olhando a tempestade se desenvolver e dividir-se em dois outros tornados que dançavam pelos céus. Um veio em direção a mim. A poucos metros os respingos da chuva molharam a vidraça e eu me afastei para a porta do quarto, mas permaneci olhando enquanto cogitava descer correndo e me esconder abaixo da escada. Então o tornado se curvou e sua parte de cima 'colou-se' à janela do meu quarto e eu via todo aquele buraco negro e pensava:

"Alguns já estiveram no centro de um furacão, mas o viram estando no solo, de baixo para cima. Quão afortunada eu sou que posso observá-lo de cima para baixo, a partir de sua origem."

Então vi que ele já estava perdendo suas forças e não era tão largo em diâmetro, cheguei até mesmo a admirar a força da natureza e aquele turbilhão cinza em movimento. Achava interessante o mecanismo das energias. Mas tudo isso eu podia fazer porque estava segura de que ele não ultrapassaria as paredes da minha casa. O que é bastante ilógico até, porque na verdade as janelas do meu quarto balançam com qualquer vento e são bastante frágeis.

Na verdade, segundo Jung, a 'casa' representa nosso próprio corpo, sonhar com uma casa precisando de reformas revela que nosso corpo físico precisa de cuidados. No caso eu estava centrada em mim, segura em mim no momento presente, e sabia que nada poderia me causar dano, nem mesmo algo potencialmente assustador como um tornado. À medida que eu o contemplava profundamente e sem julgamento, ele se dissipava. Em seus momentos finais eu me lembrei de fotografá-lo e tentei fazer um vídeo no celular, para mostrar para os amigos, afinal, era algo raro de se ver, um tornado a partir da perspectiva do topo.

Quando tudo terminou saí às ruas e fui falar com uma família, saber se estavam bem e se sua casa havia resistido, mas eles estavam apáticos pela perda de uma criança, um menino de aparentemente três anos que havia falecido.

Ao acordar fui ter com Pai Rapé para compreender melhor essa questão, e ele me respondeu:

"O menino representava a morte da criança interior, negligenciada pelas pessoas apáticas que adultas e desconectadas de seus próprios sonhos, vivem sem esperanças, e entregam-se aos problemas da vida sem forças para reagir quando vêm as tempestades."

Encerro a narrativa do meu sonho aqui, deixando a cada um um lembrete:

"Na força da pureza pode estar a chave da resiliência".



Jennifer Dhursaille
14/08/2016



segunda-feira, 25 de julho de 2016

Novos Tempos na Forma como Enxergamos a Espiritualidade




Hoje assisti um vídeo, carta-aberta, de Jorge Scritori sobre o encerramento das atividades do Instituto por ele presidido. Essa carta representa um movimento que está ocorrendo na espiritualidade de um modo geral. Esse ano casas importantíssimas como O Mãe Divina e o Instituto 7 Porteiras fecharam suas portas físicas enquanto seus dirigente fazem um balanço de suas vidas e de seus trabalhos e seguem novos caminhos.
Quando iniciei na Umbanda, já tinha mais de 20 anos de caminho dentro da Espiritualidade e os guias sempre me disseram que estariam fazendo seu trabalho em qualquer lugar que fosse possível, porque o templo era eu, e minha a responsabilidade de mantê-lo digno e apto para o trabalho.
Senti a necessidade de estudar a Umbanda tradicional e muito aprendi e sou grata, muito me desenvolvi ali e cumpro ainda meu mandato com as psicografias de guias afinizados à Umbanda. Também sempre me deixaram claro que 'quem assina minha carteira de trabalho' é a Linha do Oriente, e que minha principal missão seria no Xamanismo.
Mas hoje estamos vivendo tempos em que não dá mais para esconder a sujeira embaixo do tapete: há muito para ser revisto nas posturas individuais daqueles que buscam uma religião, seja ela qual for, sejam médiuns ou assistidos, como quem 'põe crédito' no celular pré-pago, que acredita que basta frequentar uma casa pra provar que 'é do Bem', e que se for ao centro os guias resolverão os problemas das pessoas.
O clientelismo é um vício que impede o desenvolvimento das próprias capacidades do ser, e guia nenhum de luz pode concordar com isso, pois seu trabalho é ajudar humanos a descobrirem suas asas, não serem mendigos espirituais. A boa palestra de um guia visa motivar o ser a fazer as transformações necessárias na sua vida para que a partir delas se sinta cada vez mais capaz de cumprir sua própria missão.
Uma coisa é ser humilde o suficiente para pedir ajuda quando caímos, o que pode sempre acontecer, e graças aos céus, temos os enviados da Luz a nos sustentar e ajudar a levantar. Outra é se acomodar no chão e viver esperando, orando e fazendo oferendas, acreditando que isso basta pra sua vida mudar.
Os guias são nossos irmãos mais velhos, e a nós cabe seguir seu exemplo e trabalharmos para nos capacitarmos a seguir de mãos dadas com eles e braços estendidos para os abraços, não mais carregados por esses irmãos como pesos mortos ou seres deficientes.
A hora é Agora. Gaia chama a Todos para o Despertar!

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Decreto Solicitado pelos Pleiadianos



Sendo esta uma das Linhagens Mestras responsáveis pelo nosso trabalho de Xamanismo do Despertamento, peço a todos que tirem um tempo para fazer este decreto, feito pelo irmão Ibiatan Upadian a pedido da Família de Luz das Plêiades, pedindo que o plano divino original para Gaia seja restabelecido e que as forças da não-luz tenham sua influência anulada no AGORA.

Gratidão a todos que se juntam nessa Força-Tarefa coletiva pelo planeta e por todos nós!



http://ensinamentos-das-pleiades.blogspot.com.br/2016/07/decreto-para-limpeza-do-planeta.html?spref=fb

por Ibiatan Upadian


Por sugestão dos irmãos Pleiadianos estamos postando este Decreto para a Limpeza do Planeta para que todos façam a leitura com todo o seu coração por quantas vezes sentirem necessidade, sendo que o ideal é que façam o maior numero de vezes possível por dia ou pelo menos uma vez por dia, de preferência nos horários abaixo, ou na impossibilidade disto que façam em qualquer horário que puderem.

Horários Preferenciais para estas meditações

03:00 – 08:00 – 12:00 – 18:00 e 24:00 hs.

Forma de fazerem a meditação

1 - Desconecte-se de tudo que está acontecendo a vossa volta, desligue-se de todos os problemas do dia a dia.
2 - Relaxe e descontraia todos os músculos do seu corpo.
3 - Faça um exercício de respiração profunda pelo maior tempo possível.
4 - Feche os seus olhos e visualize em sua tela mental, através de sua imaginação criadora, um pilar de luz branca descendo diretamente da Fonte, diretamente do nosso Pai/Mãe Criador Primordial sobre si.
5 – Através deste pilar de luz, entregue-se de corpo e alma ao Pai/Mãe Criador Primordial e deixe-se tomar por um intenso sentimento de amor incondicional e pelas emoções de alegria, paz, gratidão e compaixão.
6 – Faça a leitura do decreto abaixo com toda a confiança, emoção e força de seu coração.
7 – Agradeça depois de fazer a leitura como se toda a sua intenção contida neste decreto já tivesse se concretizado.

A realização diária deste decreto pelo maior número possível de seres humanos foi solicitada pelos Pleiadianos através de Ibiatan Upadian.
Para maiores informações sugerimos que assistam ao vídeo da palestra de Ibiatan Upadian acima .
Desejamos sucesso e boa sorte a todos neste processo.




DECRETO PARA A LIMPEZA DO PLANETA


"Eu, 
(declare seu nome) assim denominado(a) nesta encarnação,  no pleno exercício de meu livre-arbítrio e do poder co-criador que me foi outorgado INVOCO ao nosso Pai/Mãe Criador Primordial, ao Espírito Santo, ao Cristo Cósmico, ao Arcanjo Miguel Kumara e a todos os Anjos, Arcanjos e Elohins, a Hierarquia da Luz e a todos os Grandes Mestres da Luz, ao Comandante Asthar Sheran e a todos os Comandantes de Frota do Comando Estelar, aos Pleiadianos, aos Arcturianos, aos Andromedanos e a todas as famílias estelares da luz, aos meus Mentores Espirituais, aos meus Amparadores, aos Batedores do Comando Estelar, a todos os orixás, xamãs, elementais e a todas as forças da Luz e da natureza e com toda a firmeza e certeza de meus atos, neste momento e por este meio DECRETO que todas as verdades, em todas as instâncias sejam agora reveladas e que todas as mentiras, tramas, manipulações, espertezas e/ou atividades ocultas das forças, seres e entidades da não luz e seus associados, sejam eles seres humanos, extraterrestres ou intraterrenos, que estejam neste planeta, encarnados ou desencarnados, nesta ou em qualquer uma de suas dimensões, do governo oculto e de todos os agentes do sistema a serviço da não luz, sejam eles políticos, militares, religiosos, governantes, banqueiros, empresários, artistas, cientistas, jornalistas, comunicadores, funcionários públicos, etc., sejam desmascaradas e reveladas publicamente e que todas as mascaras caiam para que toda a verdade e tudo que esta oculto se torne de pleno conhecimento de todos os seres humanos.

DETERMINO ainda, que todos os poderes, forças, planos, tecnologias ou sistemas de controle e manipulação de todas as forças da não luz e de todas as suas legiões, facções, seitas, organizações, corporações, quadrilhas, elites satanistas e seus agentes, encarnados ou desencarnados, desta dimensão, de dimensões paralelas ou de qualquer outra dimensão de espaço e/ou de tempo, deste planeta, da galáxia e de todo o universo, sejam definitivamente neutralizados, anulados, bloqueados e extintos.

Eu agora, na condição de um representante da humanidade, no pleno uso de meu livre arbítrio, REQUEIRO às todas as Forças da Luz, que todos os seres e entidades da não luz e seus associados, sejam eles seres humanos, extraterrestres ou intraterrenos, que estejam neste planeta, encarnados ou desencarnados, nesta ou em qualquer uma de suas dimensões, e que direta ou indiretamente, roubaram, mataram, torturaram, sacrificaram, manipularam, exploraram, escravizaram, cometeram atos de corrupção, causaram danos, sofrimento, prejuízos ou cometeram qualquer crime contra os seres humanos, os animais, vegetais e/ou o próprio planeta Terra, sejam imediatamente responsabilizados e punidos pela justiça dos homens e pela justiça divina e que sejam todos presos, encarcerados, imobilizados e excluídos deste planeta e exilados em qualquer outro planeta que tenha uma freqüência vibratória compatível com a deles; que seja feita uma limpeza urgente neste planeta Terra e que todos os seres que vibram numa freqüência vibratória inferior à freqüência vibratória do planeta sejam urgente e definitivamente retirados deste orbe e impedidos de aqui voltar ou reencarnar.

Eu agora, como um ser humano a serviço da luz, ORDENO a toda e qualquer pessoa, entidade, energia, força, legião ou facção, encarnados ou não, que não sejam da luz e que não honram e respeitam a vontade do Deus da Luz e do Amor, o Deus Pai/Mãe Criador Primordial, que cessem aqui as suas atividades, que desistam e abandonem toda e qualquer dimensão deste planeta Terra, para sempre e em forma retroativa, levando e retirando de todos os campos de energia deste orbe, todos os seus associados, sejam eles magos negros, entrantes, obsessores, enganadores, zombeteiros e todo e qualquer ser negativo, encarnado ou não, assim como todas as suas tecnologias, armas, artefatos, instrumentos ou dispositivos de conexão, controle, manipulação mental, física, espiritual ou energética, limitação, magias, feitiços, bloqueios, amarrações, encantamentos, egrégoras negativas, símbolos, chips, implantes, larvas do astral, formas pensamentos ou forças e energias semeadas por estes seres e seus associados, com objetivos de controle, domínio, manipulação ou limitação sobre mim, sobre a humanidade ou sobre o planeta, porque não autorizo a sua presença, ações ou forma de agir e com amor envio-lhes as luzes azul, rosa e dourada do Cristo e ORDENO QUE SAIAM deste planeta.

Neste momento, com o poder co-criador que me foi atribuído pelo nosso Pai/Mãe Criador Primordial, através da minha imaginação criadora, CRIO sobre o planeta um Turbilhão de Luz Violeta através do qual promovo a limpeza, a despolarização e a desmagnetização do planeta Terra em todas as suas instancias e dimensões, físicas e etéricas e de todos os seus seres, transmutando todas as energias de baixa freqüência vibratória em energias de altas freqüências e inviabilizando desta forma a presença aqui de todo e qualquer ser da não luz ou de baixa freqüência vibratória.

Na condição de um representante da civilização da Terra REVOGO e DENUNCIO e RENUNCIO a todos os contratos, pactos, acordos, alianças, votos ou compromissos que a qualquer tempo tenham sido feitos por qualquer um de nossos governantes, lideres religiosos, militares, políticos, cientista ou qualquer outro ser da Terra, com estes seres negativos, encarnados ou não, neste ou em outros planos, mundos ou realidades, pedindo perdão e perdoando, por tudo o que tem que ser perdoado, consciente ou inconscientemente e exigindo que todos estes atos aos quais aqui denuncio e renuncio sejam consumidos na chama violeta, no fogo sagrado da transmutação, tudo confirmado e selado pelo poder do Espírito Santo.

Para assegurar isto, eu agora na condição de cidadão humano da Terra, apelo ao Pai/Mãe Criador Primordial, a todas as Forças e Hierarquias da Luz, aos Anjos, Arcanjos, Elohins, aos Pleiadianos, aos Arcturianos, aos Andromedanos, e a todas as famílias estelares que compõem a Família da Luz, aos Batedores do Comando Estelar, aos meus Mentores e Amparadores de Luz, ao Arcanjo Miguel, ao Comando Estelar e ao Sagrado Espírito Santo, para que façam valer a minha vontade e a vontade da humanidade de se libertarem imediatamente de todos estes seres que não honram e respeitam a vontade do Deus Pai/Mãe Criador Primordial, o Deus da Luz e do Amor.

Peço que o Espírito Santo e todas as forças da luz, testemunhem e advoguem pela humanidade para a nossa total e completa libertação de todos estes contratos, dispositivos, compromissos, acordos, influências e energias, conhecidos ou desconhecidos, semeados por estes seres e que infringem o livre arbítrio da humanidade, a lei do amor, as leis cósmicas e a vontade de Deus Pai/Mãe Criador Primordial.

Pelo poder que me é concedido por Deus Pai/Mãe Criador Primordial e Espírito Santo, ancoro aqui e agora as potencias de luz, abro um portal de luz consagrado por Micah, protegido pelo Arcanjo Miguel Kumara, porque EU SOU Vitória EU SOU Miguel, EU SOU LUZ DIVINA ancorada neste planeta Terra.

Selo este ato com asas cósmicas de vitória, expulsando todas as dúvidas e medos, libertando a humanidade de todo o mal, aprisionando todas as forças das trevas que resistirem a este decreto e encaminhando-as e entregando-as ao Comando Estelar, às Hierarquias da Luz e a Deus Pai/Mãe Criador Primordial.

Eu agora volto a confirmar e garantir minha aliança, através da Luz e do Amor com o Deus Pai/Mãe Criador Primordial e volto a dedicar meu ser por inteiro, físico, mental, emocional e espiritual, minha vida, meu trabalho, tudo o que penso, digo e faço e todas as coisas em meu ambiente à vibração do Cristo Cósmico de Amor e Luz, dedicando meu ser e a minha própria mestria em prol da minha evolução e acima de tudo em prol da evolução do planeta e da humanidade.

Havendo decretado tudo isto eu agora requeiro ao nosso Pai/Mãe Criador Primordial, assim como ao meu próprio Ser Superior e a todas as Forças da Luz, para que promovam as mudanças no planeta Terra e façam valer a minha vontade e para tudo isto peço o testemunho do Espírito Santo.

Eu agora declaro isto a Deus, adiante e retroativamente. Que seja escrito no Livro da História da Civilização Humana na Terra. Que assim seja. Graças a Deus. Está feito, esta nas mãos da Luz. E assim é.

EU SOU luz, amor e paz.
EU SOU alfa e ómega.
Kodoish. Kodoish. Kodoish. Adonai. Tsebayoth





quarta-feira, 22 de junho de 2016

O Assassinato da Onça Juma sob a Perspectiva Xamânica



Aprendi com meus guias espirituais que não pode existir vida humana sem a presença animal, pois no interior de cada espécie existe um 'backup de segurança' para nossa psiquê.
A cada espécie extinta uma possibilidade de cura para o ser humano é definitivamente eliminada do mundo.
A onça é um animal guardião poderosíssimo.
O assassinato de um tótem da América do Sul em um evento internacional é uma péssima profecia para tempos vindouros.
"Sacrificamos nossas Forças mais profundas e sagradas em nome da aparência, para agradar os outros, aqueles que não ficarão conosco mais do que uma estação, os que vêm só para se divertir e tirar vantagem."
Enquanto o Brasil e o mundo vão de mal a pior, quem é desperto, mesmo na Idade das Trevas já sabia:
"Virá o dia em que a matança de um animal será considerada crime tanto quanto o assassinato de um homem." - Leonardo da Vinci

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Pleiadian Testify



Thank You, Light Beings
For in these times of yearning
You have fullfilled your promise
and reached Me even here.
Now I aknowledge your presence and
I'll help your message to
Get through us here.
I recognize myself in your tales
Remember my past over veils and
Feel renewed to accomplish my vows.
If Time allows us to sail
to those who sought for no failure
Shall we, the hope of Creator,
Enlive to justify all their dreams.
J. Stella

quarta-feira, 1 de junho de 2016

A Verdade como Trava Evolutiva



Quais mecanismos você usa para definir o que é a Verdade?
Tenho medo de gente que se baseia em livros, em religiões ou no que a tradição familiar ensina, pois isso me mostra que o indíviduo facilmente abre mão da lógica e do bom-senso para não contrariar a maioria dentro da qual deseja continuar estando inserido.
Não confio em pessoas que não fazem experimentações próprias, que não se arriscam, que não são curiosas, que sofrem do terrível preconceito contra aquilo que desconhecem.
Esse condicionamento mental que cega a raça humana é geral e crônico, mas no meio em que atuo, os espiritualistas, grassa sobretudo entre os que enchem a boca pra dizer que algo não pode ser verdade porque "vai contra o que Kardec dizia".
Kardec era só um homem, seus livros já têm mais de 150 anos e já eram controversos na época em que foram escritos, hoje embora ainda tenham ensinamentos válidos, carecem de atualização urgente.
Há muitos "Espíritos da Verdade" tentando passar suas mensagens e abrir os olhos da humanidade no pouco tempo que resta, e seus dizeres têm sido ignorados porque muitos preferem se esconder na segurança fictícia de uma doutrina que querem crer definitiva e infalível.
Consciência maduras sabem que não há doutrina infalível, nem homem cuja mente seja capaz de tudo abarcar.
Os seres que habitam outras dimensões e que hoje tentam se comunicar com a raça humana têm evitado partidarismo religioso, focado em questões práticas, objetivas enfatizando a posição de homem como co-criador da realidade, procurando fazer com que encare suas questões emocionais que necessitam de uma visão mais terapêutica e menos 'mística' e ainda assim são rechaçados em nome de uma doutrina regional que sequer vingou em seu próprio país de origem e ainda por cima foi totalmente desfigurada de seus aspectos mais profundos para se encaixar na mentalidade altamente católica e messiânica de um Brasil órfão de ideologias e intelectualismos de massa.
O kardecismo foi minha primeira bússola de confiança, pela qual me guiava entre tanto joio que infelizmente existe no meio espiritualista, mas hoje, mais de três décadas após meu contato inicial com a doutrina, acho que me fez mais mal do que bem, me prendendo durante muitos anos a conceitos que eu deveria ter sido ainda mais ousada em questionar. Perdi muito tempo ignorando fatos porque simplesmente 'não se encaixavam' no belo e seguro esquema que tentaram me passar como garantido para seguir pelos caminhos da evolução sem me complicar.
É natural do ser humano buscar um guia ou roteiro seguro para se pautar pelas estradas incertas da vida. Mas nessa ânsia muita vezes deixamos o barco que nos levaria mais perto de nossos objetivos passar sem nele embarcar.
A Verdade não cabe em uma única religião, filosofia ou pensar.
Desejo que o medo não paralise a vontade humana de avançar, que a dúvida seja o que nos faça sempre buscar respostas melhores e mais consistentes na medida de nossa evolução e que o ranço não impere mais entre aqueles que desejam calar a voz dos irmãos que falam sobre aquilo que eles ainda não conseguem vislumbrar simplesmente porque estão presos a certezas das quais não se prontificaram a abrir mão.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Alegria e Despertamento



Hoje quero falar sobre o pote de ouro escondido no final do arco-íris: a quimera que muitos trabalhadores da luz buscam crendo que jamais será possível encontrá-la estando aqui, imersos no véu de Maya - a ALEGRIA.

Já dizia Henri-Louis Bergson (1859 - 1941), um dos mais famosos e influentes filósofos franceses do início do século XX e Prêmio Nobel da Literatura em 1927: .
A inteligência é caracterizada por uma incompreensão natural da vida.
Quanto mais espiritualizada a pessoa, mais difícil fica se conformar com a normalidade mundana, pois citando uma famosa passagem bíblica: 1 Coríntios 3:19 - Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus.

A possibilidade de ALEGRIA é real, não uma ilusão; é palpável e não somente pode como DEVE, urgentemente, tornar-se nosso estado de realidade constante. Para cumprirmos nossa missão, de ancorar luz neste orbe, é preciso estar com a ALMA SATISFEITA, em estado constante de Contentamento.

"Mas como é possível isto aqui?" - perguntarão onze em cada dez trabalhadores da luz.
"Como é possível estar satisfeito num mundo onde a violência, a ignorância, a crueldade e a escravidão do sistema mantém a todos reféns?"

A resposta é: "ESTANDO PLENOS DE SI MESMO"

A Plenitude é o estado natural do ser que está na Luz, ligado à Fonte Criadora, conectado com as frequências de Verdade que permeiam o Tempo-Espaço do Agora Eterno. 

Nenhum trabalhador da luz veio para cá para ser mais um sofredor em meio ao caos planetário, mas sim veio porque tinha certeza de que seria capaz de suportar as baixas vibrações em que Gaia está imersa e conseguiriam, graças a habilidades já conquistadas pelos milênios evolutivos da histórias de suas almas, ancorar aqui, as frequências de LUZ, AMOR, COMPAIXÃO, HARMONIA E VERDADE.

O processo de encarnar aqui, de ter um corpo humano e estar sujeito às leis do Karma e ao Véu de Ilusão de Maya torna difícil, sem dúvida nenhuma, conseguir manter o padrão vibracional até dos seres mais evoluídos que aqui chegam, porém todos os Grandes Despertos nos deixaram uma lição bastante clara estampada em seus rostos: O SORRISO.
Eles deixavam claro a quem lhes visse, que não estavam infelizes por estarem aqui, fazendo seu trabalho. Pelo contrário, o faziam em estado de  GRAÇA e GRATIDÃO ao Universo pela oportunidade de poder fazê-lo e de compartilhar um momento único na jornada conjunta do grupo de almas com os quais estavam vivenciando esse instante no Tempo-Espaço.

Mas o próprio Bergson nos dá uma dica de como sobreviver aqui, neste caótico mundo:
"A vida é um caminho de sombras e luzes. O importante é que se saiba vitalizar as sombras e aproveitar a luz."

Você sabe qual o segredo para manter-se feliz mesmo estando vivenciando as aparentes tragédias da 3D?

LEMBRANDO-SE DE QUEM VOCÊ É.
Lembrar-se de quem você realmente é do que veio fazer aqui irá mudar sua perspectiva das coisas radicalmente.
As 'tragédias' do mundo adquirirão outros tons, menos dramáticos, na medida em que a compreensão de que tudo que está sendo vivenciado por nós e pelos outros, o tempo todo, é uma escolha, muitas vezes feita em níveis profundos do subconsciente. Escolhas devem ser respeitadas, pois todas têm seu motivo de ser, ainda que este motivo seja a ignorância da alma que decide pelas mais péssimas escolhas, e que elas tragam a nós e a outros sofrimento causado pela compaixão.

Somente elevando nossa vibração conseguiremos de alguma forma auxiliar essas pessoas a compreenderem que elas não necessitam fazer escolhas ruins para si ou para os outros.

Para compreender como se dá esse processo de co-criação de nossa realidade e como lidar com questões difíceis, sugiro a leitura do material Abraham-Hicks canalizado por Esther Hicks.

Para lembrar quem você é e manter-se DESPERTO 100% do seu tempo aqui, fazendo de sua vida uma jornada de desafios e aventuras e deixando para trás as perspectivas negativas que forçam a ancoragem de sua energia num atolamento de sofrimentos e frustrações pseudo-kármicas, sugiro meditações e vivências xamânicas, que são as experiências espirituais que nos conectam com nossa essência.

Muitos caem na ilusão de que basta trabalhar para a luz, trabalhar espiritualmente, fazer 'a caridade' para ajudar os outros, que tudo ficará bem.
NÃO FICARÁ!

Você também está aqui para resolver algumas questões suas - de ordem emocional -  que estão impedindo a luz de se fixar no seu ser consciente no aqui-agora.
Faça a primeira caridade para consigo mesmo e enfrente suas questões de frente.

O Xamanismo e as Meditações são as arenas e os instrutores que lhe auxiliarão nesse processo.

Os principais recursos que você busca não estão em cursos ou capacitações, no EXTERIOR.
Aí é onde você irá agir depois que se lembrar de quem é, o que está fazendo aqui e qual a sua contribuição para o processo de Transição de Gaia.

Sem saber isso, poderá fazer mil cursos e nunca estará se sentindo realmente pronto para trabalhar.
Outros, dirigidos pelo racional, sabem ter conhecimento útil para compartilhar com os outros, mas afundam-se após algum tempo de serviço em depressão e no vácuo das incertezas profundas.

"Mas eu sou uma pessoa espiritualizada! Isso não deveria estar acontecendo comigo... Os guias me abandonaram ... Não encontro as respostas sozinho...."

Esse vácuo que você sente, meu irmão, minha irmã, não é falta de Deus, mas de você mesmo!

Os mentores do seu trabalho estão somente esperando você se encontrar, DE VERDADE, para dar início ao seu trabalho real, porque se você não sabe ainda quem é, tudo o que você fez até agora foi preparação para o trabalho verdadeiro ao qual está destinado.

Se eu estou curiosa para ver você se descobrir e colocar mãos à obra, imagino você!

Então, vamos combinar?

Faça isso não só por você, mas por todos nós que estamos aqui esperando nosso número aumentar para nos dar impulso de massa e nos ajudar a libertar e despertar  quantos mais vieram para cá com o mesmo propósito.
Juntos seremos MAIS.

Conto com você!

Sua irmã na Luz e no Amor.

Jennifer "Stella"

terça-feira, 24 de maio de 2016

OS SEGREDOS CIGANOS E AS SEMENTES ESTELARES


Na afinidade encontramos a rota do coração, no ritmo vivo das emoções sentimos nossa verdadeira essência se manifestar.
Muitos templos e médiuns de Umbanda não trabalham com a Corrente Cigana do Astral, e alegam para isso não ter afinidade.
É um fato, pois a energia cigana, ligada à Linha do Oriente diretamente, conecta aqueles que a ela se vinculam à sua verdadeira origem ancestral estelar.
Todas as Sementes Estelares que têm missão na Umbanda - e também em outras searas de trabalho espiritualista - sentem forte conexão com a Linhagem Cigana, mesmo sem saber o trabalho silencioso que ocorre nos bastidores quando do acoplamento energético dessa egrégora alinhando o trabalhador da Luz às vibrações do seu Eu Superior, fortalecendo seus propósitos e sua missão na Terra.
É comum que as Sementes Estelares iniciem sua jornada dentro da espiritualidade guiados por mestres do Oriente, dentro dos quais podem se manifestar Ciganas, Hindus, Mestres de Cura, Pretos Velhos e Caboclos que se identifiquem como sendo pertencentes às Falanges do Oriente.
Um bom termômetro de nossa sintonia com os guias, sejam eles de qualquer linhagem, é averiguar as informações que nos chegam por intuição e sobre as quais normalmente não se tem muito conhecimento disponível. Quando não temos informações em nível consciente sobre algo e depois de captar intuitivamente um novo conhecimento constatamos que ele de fato existe, que outros médiuns e canais já o receberam, demonstra que estamos conectados com uma Fonte Real, externa a nós, que dispõe de uma Sabedoria a ser compartilhada.
Porém, o que encontramos no exterior serão somente os primeiros indícios, algo para satisfazer as inseguranças dos iniciantes em territórios desconhecidos; as verdades mais profundas não podem ser abertas a olhos e ouvidos leigos, pois pertence ao domínio daqueles que têm "Liberdade de Outorga" para Atuar e Agir multidimensionalmente dentro daquele saber.
Tentarei ilustrar isso com um caso particular:
Em meu primeiro contato com uma determinada entidade que se manifesta dentro da egrégora cigana, eu vi e ouvi um pandeiro, e fui instruída a adquirir um, decorá-lo de determinada forma e consagrá-lo astralmente àquela egrégora. Assim fiz, mas decepcionei-me de certa forma pois anos se passaram sem que o objeto fosse mais que um item decorativo, permanecendo guardado sem uso. A própria entidade que o pediu, não o utilizava, como faz com a maioria dos itens que pediu para trabalhar. Em certo trabalho porém, cerca de 7 anos depois, finalmente o pandeiro fui utilizado, para meu espanto criando um vácuo energético que sugou uma entidade perturbadora como se fosse um buraco negro, ou melhor dizendo, um buraco multicolorido. Em outras oportunidades pude vê-la utilizando os objetos que solicitara há muito tempo - castanholas, cartas de Tarot e outros - de formas que jamais imaginaria, que não se encontram explicadas em livro algum nem em qualquer website.
Porém, mais do que 'segredos de trabalhos astrais', os ciganos são Guardiões daquilo que é mais importante para qualquer trabalhador da Luz: "Quem Verdadeiramente Somos".
Se você tem afinidade com essa Corrente do Astral, convido-o a fazer a pergunta fundamental a essas entidades na primeira oportunidade que tiver. Acredito que você poderá ter a chance de embarcar na maior viagem de sua vida...

Jennifer Dhursaille