quinta-feira, 31 de agosto de 2017

A ARTE como CAMINHO para CONTATADOS E ABDUZIDOS



Há semanas prometi aos leitores e amigos contatados uma postagem que falasse sobre a Arte e a importância dela como veículo daquilo que trazemos na alma e muitas vezes não temos como manifestar.

Então essa semana, me preparando para escrever sobre isso, coincidiu que chegou pelo correio dois livros maravilhosos de um cartunista super talentoso que se você não conhece, com certeza deveria conhecer: O Marcio Baraldi, um irmão que utiliza o seu talento para passar mensagens que contém um forte conteúdo espiritualista e também alertam para a pluralidade da vida e das muitas formas de existência. Muito amado e admirado no meio espiritualista justamente por causa da sua forma leve e humorada de tratar de assuntos sérios, de forma que eles possam ser trabalhados até mesmo com crianças e adolescentes.

Então comecei a pensar na profundidade da importância disso em termos de uma dinâmica didática no sentido da "Transferência de Dados" dos Planos Superiores para os níveis ínfimos de consciência em que nos debatemos aqui na 3D; e acabei por me lembrar de um ensinamento da Kaballah: 


Tifereth, a esfera da Beleza, da Arte ocupa a posição central na Árvore da Vida, ligada diretamente à Coroa, uma emanação superior a todas as outras pois representa o potencial puro das manifestações do mundo espiritual. Através da Arte podemos compreender mais prontamente aquilo que de outra forma demoraríamos muito mais ou talvez nem fosse possível.


Não apenas como forma de terapia, mas principalmente de EXPRESSÃO DE CONTEÚDOS INTERNOS, muitas vezes RECEBIDOS DE FORMA CONSCIENTE OU INCONSCIENTEMENTE de uma FONTE SUPERIOR DE SABEDORIA E OBSERVAÇÃO, a Arte é às vezes a única forma de se transmitir determinados conceitos abstratos à outros veículos de comunicação como a Linguagem e a Matemática. Em outras ocasiões, apesar da viabilidade de se utilizar outras formas, a Arte é capaz de alcançar resultados muito mais rápidos na transmissão de ideias e na disseminação de convites ao questionamento da Condição Humana.


Através dos leitores dos meus livros e das muitas pessoas que têm me procurado para os Mapeamentos Multidimensionais, a maioria médiuns de extrema sensibilidade, 'desenvolvidos' ou não, e pessoas que suspeitam serem contatadas e abduzidas em busca de algumas respostas com relação a essa ligação entre a fenomenologia ufológica e a espiritualidade, tenho visto a extrema utilidade da Arte como "válvula de escape desses conteúdos" que escapam à mente mediana, que desafiam o senso comum, que promovem a OUSADIA SUPREMA que é PENSAR e QUESTIONAR.


Seja retratando uma imagem acessada em um estado alterado de consciência ou um cenário abdutivo que a memória destravou, ou ainda lembranças de outras paragens siderais, palavras nunca serão suficientes para expressar o conteúdo energético que as imagens abaixo, por exemplo, encerram:

"Mãe Oceano" por Izabela Jambeiro.
As cores e formas transmitem uma 'frequência' a quem os vê, de acordo com Izabela Jambeiro

Nataly Rocha
Seres avistados em uma possível base Intraterrena no Acre -  Ilustração de Nataly Rocha

Ilustração de Ivan Moro
Pleiadianos por Ivan Posser Moro.

[Imagens publicadas sob autorização dos seus respectivos autores]



Às pessoas de extrema sensibilidade e que estão passando por processos expansivos da consciência digo: Ser um médium, uma ponte entremundos, um contato entre seres interdimensionais é uma experiência desafiadora, e que requer treinamento para ser melhor compreendida e tornada útil não apenas ao sujeito da experiência como para toda uma coletividade que NECESSITA ter acesso a esse material, a essas informações, sejam elas textuais, gráficas, vibracionais ou sonoras - muitos estão recebendo mantras e frequências rítmicas que se traduzem tanto em sons, como em cores ou sequências numéricas.

Quero deixar aqui registrado para os que chegam ao blog pela primeira vez, que ser um Contatado, assim como ser um Sensitivo ou Médium, não necessita ser um caminho de dor e sofrimento, mas uma oportunidade de manifestar plenamente a própria essência ao mesmo tempo em que serve de Portal Vivo para inteligências superiores que ora fazem um trabalho de DESPERTAMENTO COLETIVO junto ao planeta Terra nestes tempos de Transição Planetária. 

Não há maior ato de rebeldia que ousar ser você mesmo num mundo onde a regra é imitar padrões estabelecidos. 

Como exemplo dessa "Rebeldia da Luz", cito esse irmão cujo trabalho sempre admirei, desde que conheci seu 'filho' Gino, nos meus tempos como tradutora da Revista UFO. Nunca estive com Marcio Baraldi, um cartunista 'de outros mundos', pessoalmente, mas sua personalidade  originalíssima, irrequieta, apaixonada, vibrante e única transparece nas cores de seus desenhos, assim como nas ideias expostas por um extraterrestre muito brasileiro baseado no famoso ET de Varginha ou pelos astutos passarinhos Vapt-Vupt, que ilustraram as páginas da Revista Espiritismo e Ciência. Essa personalidade me toca e me inspira profundamente, e por isso quero compartilhá-la aqui com vocês.

Com a gentil permissão do autor seguem duas tirinhas do Gino e uma do Vapt e Vupt para inspirar a vocês todos, sementes que Despertam, a fazerem sua parte na construção de uma realidade para todos os seres viventes, baseada em princípios éticos e Amor à imensidão da Criação.




Conheça o site do Marcio Baraldi: http://www.marciobaraldi.com.br/







Um comentário:

  1. OBRIGADO PELA GENTILEZA, LINDONA.
    FICOU MUITO BACANA.
    FELICIDADES.
    BJ
    MARCIO

    ResponderExcluir